82% dos pacientes com câncer afirmam que deveriam ter buscado ajuda médica previamente

82% dos pacientes com câncer afirmam que deveriam ter buscado ajuda médica previamente

O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo e foi responsável por 9,6 milhões de óbitos em 2018, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (INCA) estima que em 2019 ocorram cerca de 600 mil novos casos da doença, que é apontada como o maior medo de 27% brasileiros, segundo o Datafolha.

Um estudo da Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial (SBPC/ML) revela que 82% dos pacientes oncológicos creem que buscar ajuda médica antes poderia ter evitado ou retardado a doença e 59% crê que os exames preventivos também poderiam ter auxiliado no processo. “Contatamos que 72% dos doentes crônicos só descobriu o problema quando já manifestava sintomas, com a doença já instalada”, resalta o presidente da SBPC/ML, Wilson Shcolnik.

Os dados endossam o objetivo da campanha #ImportantePrevenir, lançada pela SBPC/ML em maio deste ano, que visa alertar sobre a importância da realização de exames de análises clínicas para a prevenção e diagnóstico precoce de doenças como o câncer. Shcolnik lembra que os testes laboratoriais descartam ou confirmam hipóteses de diagnóstico, apontam para a necessidade de uma investigação mais detalhada, auxiliam os especialistas em ações que podem evitar a manifestação da doença ou diagnosticá-la de forma mais precoce, aumentando as chances de tratamento e cura.

DEBATE

Para debater a importância dos exames preventivos, a SBPC/ML promove no dia 24 de setembro, durante o seu 53º Congresso, um talk show com pacientes que obtiveram sucesso em seus tratamentos graças a realização de exames preventivos e diagnóstico precoce. O evento acontece a partir das 14h, no espaço #ImportantePrevenir, no Centro de Convenções SulAmérica, no Rio de Janeiro e será mediado por Daniela Marino, editora do site “Minas Nerds”.

O velejador Emmanuel Schurmann é neto de Heloísa e Vilfredo Schurmann. A família ficou conhecida por serem os primeiros brasileiros a dar a volta ao mundo de veleiro. Os Schurmann já cruzaram os 3 oceanos e 7 continentes do planeta em suas aventuras pelos mares que começaram em 1984. Quando a família se preparava para a última volta ao mundo, Emmanuel fez check-up médico completo e foi diagnosticado com um Linfoma não Hodgkin. Graças a descoberta ainda na fase inicial, Emmanuel conseguiu fazer o tratamento com quimioterapia e se recuperar a tempo de embarcar na viagem para realizar seu sonho de conhecer a Antártica.

Lyana Cabral, influenciadora digital, ganhou as redes sociais com o perfil “Câncer Gestacional Tem Cura”, ao compartilhar sua luta contra o câncer de mama, descoberto aos três meses de gestação.

Serviço – Talk Show Prevenção de Câncer – 53º Congresso de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial

Data: 24 de setembro

Horário: 14h00

Local: Espaço #Importante Prevenir, dentro do estande da SBPC/ML – Centro de Convenções SulAmérica (Av. Paulo de Frontin, 1 – Cidade Nova, Rio de Janeiro – RJ)

Mais informações: www.cbpcml.org.br/

*Foram realizadas 400 entrevistas com moradores da cidade do Rio de Janeiro e de São Paulo, maiores de 18 anos. Nesta população buscou-se ter uma maior participação de pessoas com pelo menos uma entre seis doenças crônicas: Cardiovasculares, Reumáticas, Renais, além de Diabetes, Tireoide, Câncer, (cerca de 83%) e outro grupo sem nenhuma dessas seis doenças (aproximadamente 17%).

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *