Rússia detecta 7 casos de gripe aviária e notifica OMS

Rússia detecta 7 casos de gripe aviária e notifica OMS

O governo da Rússia, entrou em contato com a Organização Mundial de Saúde (OMS); para notificar que detectaram sete casos de infecção por uma cepa do vírus da gripe aviária chamada H5N8.

De acordo com as agências locais, a chefe do órgão de controle sanitário do país, Anna Popova; disse que o vírus “não pode ter transmissão  de humano para humano”, apenas de “aves para humanos”.

Além disso, Popova ressalta que,  os casos identificados em sete trabalhadores de uma indústria aviária no sul da Rússia, e todos eles apresentam apenas “sintomas leves”.

A cepa mais conhecida (H5N1), já causou contágios em diversos países nas últimas décadas além de altamente letal. Dessa forma, horas após o anúncio da Rússia, a OMS confirmou que notificação do país a respeito do caso. “Estamos discutindo com as autoridades nacionais para reunir mais informações e avaliar o impacto desse evento na saúde pública”, afirmou um porta-voz da OMS.

Infecção

As pessoas podem ter infecção com os vírus da gripe aviária e suína, como os subtipos H5N1 e H7N9, da gripe aviária, e os subtipos da gripe suína, como o H1N1. Contudo, o contágio do H5N1 em pessoas, pode causar doenças graves e tem uma taxa de mortalidade de 60%.

De acordo com a OMS, as pessoas geralmente se infectam por meio do contato direto com animais ou ambientes contaminados, e não há transmissão sustentada entre humanos.

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: ONU: 2021 pode ser ano do “tudo ou nada” para salvar planeta de crise ambiental

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *