Resultados preliminares: Eficácia da vacina Sputnik V para Covid-19 é de 91,6%

Resultados preliminares: Eficácia da vacina Sputnik V para Covid-19 é de 91,6%

De acordo com informações divulgadas pelo instituto russo de pesquisa Gamaleya a vacina Sputnik V contra o novo coronavírus, teve eficácia de 91,6% contra casos sintomáticos da doença.

Os resultados preliminares recebeu publicação na revista científica “The Lancet“, uma das mais respeitadas do mundo; onde conta com diversos artigos relacionamentos a covid-19.

Além disso, a eficácia contra casos moderados e graves da doença pode chegar até 100% segundo o artigo. Em uma sub-análise onde participaram mais de 2 mil adultos acima de 60 anos; o imunizante apresentou e eficácia de 91,8% no grupo com essa faixa etária.

Dessa forma, a vacina produzida pelo governo russo, é a quarta a ter resultados publicados em uma revista, depois de Pfizer/BioNTech, Oxford/AstraZeneca e Moderna.

Pedido para uso de vacina Russa na Bahia ganha apoio da OAB-BA no STF

De acordo com comunicado da Ordem dos Advogados do Brasil; Seção Bahia (OAB-BA); a entidade entrou com solicitação de ingresso na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) nº 6661, impetrada no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Governo da Bahia. O pedido é para permissão de importância e distribuir da vacina Sputinik V contra o novo coronavírus sem registro na à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa); desde que registradas perante uma agência reguladora regional de referência.

Ainda assim, entre o pedido está a solicitação para que o Supremo permita que a vacinação em cada estado aconteça de maneira individual, independentemente do início da vacinação nacional.

 

 

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Na contra mão dos privados

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *