Prefeitura inaugura núcleo para população de rua no Comércio

Prefeitura inaugura núcleo para população de rua no Comércio
Nesta quarta-feira (25), a prefeitura de Salvador entregou o  Núcleo de Ações Articuladas para População em Situação de Rua (Nuar), no bairro do  Comércio.
A solenidade de entrega do espaço foi feita pelo prefeito ACM Neto, ao lado do vice-prefeito Bruno Reis, da titular da Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre), Ana Paula Matos, e do secretário municipal da Saúde, Leo Prates.
O Nuar é uma central de serviços para atendimentos  psicossociais, os moradores de rua podem se inscrever em inscrever em programas como o Minha Casa, Minha Vida e até receber qualificação profissional para ser encaminhado para o mercado de trabalho. Os usuários serão orientados por uma  equipe especializada formada por psicólogos, assistentes sociais, técnicos e advogados.

“Uma semana depois de inauguramos a Unidade de Acolhimento Institucional (UAI) da Ribeira, estamos aqui para entregar este espaço que servirá de encontro e de exercício de cidadania, de apoio e suporte às pessoas em situação de rua. Elas terão, de maneira rápida e fácil, acesso aos seus direitos e a políticas públicas de assistência social, como, por exemplo, poder se inscrever no Bolsa Família ou receber atendimento jurídico e psicossocial”, disse ACM Neto.

Atendimento – Com capacidade para atender 250 pessoas por dia e investimento de R$798.821,60 por ano, o Nuar funcionará por demanda espontânea, de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h. No local, a população poderá fazer cartão SUS e Carteira de Trabalho, inscrição no Bolsa Família e CadÚnico, atualização cadastral em programas federais como Minha Casa, Minha Vida, atendimento psicossocial, orientação jurídica e até buscar vagas de emprego através do Serviço Municipal de Intermediação de Mão-de-obra (SIMM).

O núcleo ainda abrigará o Comitê Intersetorial de Acompanhamento e Monitoramento , onde usuários e técnicos poderão discutir ações para o atendimento às pessoas sem lar e em condição de total vulnerabilidade.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *