Prefeitura de Salvador amplia validade de receitas médicas em razão do coronavírus

Prefeitura de Salvador amplia validade de receitas médicas em razão do coronavírus

Medida é válida para receituários de medicamentos utilizados em doenças crônicas e não sujeitas ao controle especial

Para evitar a descontinuidade do tratamento de pacientes que utilizam medicamentos de uso contínuo na capital, a Prefeitura de Salvador determinou a ampliação do prazo de validade das receitas fornecidas pelos médicos das unidades de saúde do município nesse período de pandemia do novo coronavírus.

Com isso, as prescrições de receituários de medicamentos utilizados em doenças crônicas e não sujeitas ao controle especial passam a ter nova validade. Agora, ao invés de 180 dias, as receitas passam a valer por até 240 dias. Sendo necessária apresentação de documento oficial de identificação com foto, receita médica original e cartão SUS de Salvador.

“Com essa medida, evitaremos que pacientes que fazem uso contínuo de medicamentos tenham a interrupção do tratamento. Portadores de hipertensão e diabetes são alguns dos públicos que serão beneficiados com a iniciativa”, destacou Bruno Viriato, coordenador da Assistência Farmacêutica.

 

 

Colabore com o Saúde no ar para continuarmos com o nosso propósito, saiba como.

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *