Pele e Cabelo: dermatologistas explicam mitos e verdades

Pele e Cabelo: dermatologistas explicam mitos e verdades

Quando o assunto são os cuidados com a pele e os cabelos, há muitos mitos e crendices. Mas será que é possível confiar em todo esse conhecimento popular? Muitas dessas informações circulam na internet e são amplamente disseminadas por pessoas influentes nas redes. Mas é importante saber o que é verdade e o que é mito, de acordo com a medicina, para não correr nenhum risco e conseguir se cuidar melhor, como indicam as médicas dermatologistas e sócias da Clínica inDermCamila Sampaio e Fernanda Ventin.

“Frequentemente recebemos perguntas sobre crescimento e queda de cabelo, aparecimento de cabelos brancos, celulite e flacidez. E é natural que as pessoas tenham dúvidas sobre causas e até mesmo quais produtos podem ou não funcionar. Por isso, selecionamos seis tópicos importantes entre mitos e verdades para desvendar”, explica Fernanda Ventin.

Colágeno em pó melhora a flacidez

Mito – “Tomar o colágeno ajuda na elasticidade e na hidratação na pele, mas somente a suplementação oral não é suficiente para repor tudo que é perdido com o envelhecimento. Ou seja, se você estiver incomodada com marcas de expressão e flacidez, não espere que a suplementação sozinha vá melhorar completamente todas as queixas. Na prática, o resultado só será mais nítido se associado a outros tratamentos como: aplicação bioestimuladores de colágeno” reforça Camila Sampaio.

Não há como acelerar o crescimento do cabelo

Verdade – “Cada pessoa tem uma velocidade de crescimento determinada geneticamente. Resumidamente, o ciclo capilar tem três fases: anágena, telógena e catágena. A fase anágena é a fase de crescimento do fio que dura em média de 2 a 5 anos. O tempo da fase anágena determina o comprimento máximo do cabelo de cada pessoa”, explica Fernanda Ventin.

É possível prevenir os cabelos brancos

Mito – “Algumas pessoas mais jovens podem apresentá-los devido a fatores genéticos, estresse, doenças e até o uso de medicamentos (como alguns antibióticos a ansiolíticos), que podem acelerar o aparecimento de cabelos brancos. Além disso, alguns estudos mostram que deficiências nutricionais também podem afetar a pigmentação dos cabelos, levando a uma maior quantidade de fios grisalhos. Mas a verdade é que não há como evitar o surgimento dos cabelos brancos”, reforça Camila Sampaio.

Shampoos anti-queda não funcionam

Verdade – “O uso de shampoo para queda de cabelo ajuda, porém não é a solução. O shampoo para queda de cabelo é um coadjuvante no tratamento da perda dos fios. O indicado é investigar a causa da queda dos fios junto a um médico dermatologista para, a partir do diagnóstico, realizar um tratamento direcionado”, explica Fernanda Ventin.

Cremes anti-celulite funcionam

Mito – o surgimento da celulite é multifatorial. Seria bom demais se somente a aplicação de um creme tratasse a celulite! Mas até hoje a melhor forma de previnir e reduzir celulite é fazer atividade física, se manter no peso adequado e seguir uma dieta saudável. indica Fernanda Ventin. Se celulites muito proeminentes uma das opções de tratamento é realização de subincisão e aplicação de bioestimuladores de colágeno.

Cortar as pontas dos cabelos não faz com que eles cresçam mais

Verdade – “A verdade é que não influencia. O cabelo tem um crescimento que independe da quantidade de vezes que você passa a tesoura – cerca de um centímetro por mês. As pontas são um tecido morto e sua retirada não influencia em nada na parte dos fios responsável pelo crescimento, no caso, o bulbo, que fica na raiz. O corte, principalmente quando há pontas duplas, melhora sim a aparência dos fios. Caso você esteja deixando o cabelo crescer, o segredo é investir em hidratação e nutrição, que não vão fazer os fios crescerem, mas vão deixá-los mais fortes para que isso aconteça de maneira saudável, além de evitar a quebra. Outra dica é procurar um dermatologista, que, dependendo do caso, poderá indicar tratamentos específicos”, finaliza Camila Sampaio

Campanha Vidas Importam