Papa chama guerra na Ucrânia de "abuso perverso de poder"

Papa chama guerra na Ucrânia de "abuso perverso de poder"

Em pronunciamento o papa Francisco chamou a guerra na Ucrânia de “abuso perverso de poder”;  realizado por interesses sectários que condenam pessoas indefesas à violência.

Contudo, o papa não citou a Rússia, mas usou frases como “agressão armada inaceitável”. Nesta sexta-feira (18) , ele falou em “povo defendendo sua terra” e escapando de bombardeios.

“A tragédia da guerra, que está ocorrendo no coração da Europa, tem nos deixado atordoados”, disse Francisco, acrescentando que poucas pessoas imaginariam cenas semelhantes às duas guerras mundiais do século 20.

Anteriormente em mensagem para uma conferência da Igreja Católica em Bratislava, capital da Eslováquia; país que faz fronteira com a Ucrânia e que abriu suas portas a refugiados; o Papa disse que a humanidade esta ameaçada; “Mais uma vez, a humanidade é ameaçada por abuso perverso de poder e interesses sectários, que condenam pessoas indefesas a sofrer toda forma de violência brutal. O sangue e as lágrimas das crianças, o sofrimento de mulheres e homens que defendem suas terras ou fogem dos bombardeios abalam nossa consciência”, afirmou o papa.

 

Fonte: Reuters

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.