Outono pode provocar aumento de crises alérgicas

Outono pode provocar aumento de crises alérgicas

Com a chegada do outono, cada região do Brasil passa por diversas condições climáticas; com isso a necessidade de tomar cuidado com as crises alérgicas durante a estação.

Assim, em entrevista o neurocirurgião Fernando Gomes, ressalta que durante a estação é comum o desenvolvimento de sintomas como espirros, coriza, obstrução nasal, coceira no nariz, ouvido, garganta, tosse e falta de ar.

De acordo com o especialista, a alergia é uma reação exacerbada do sistema imunológico à exposição do organismo a uma série de substâncias. Alergias respiratórias podem ser causadas por diversos fatores, como ácaros, pelos de animais de estimação, fungos presentes no mofo e pólen das flores, além de condições desfavoráveis do ambiente, como a baixa umidade do ar.

Uma das mais comuns alergias, a rinite é um dos quadros clínicos mais comuns entre os brasileiros. Caracterizada por casos crônicos e recorrentes, principalmente pela exposição a ácaros presentes na poeira, pólen, fungos, urina e saliva de animais como cães e gatos.

Dicas para prevenir

  • Evitar o contato com a poeira,
  • Cuidar para que os objetos de uso pessoal não acumulem ácaros e fungos,
  • Retirar as roupas pesadas e as cobertas do armário, lavá-las e colocá-las para secar no sol,
  • Aspirar a casa ou limpar com um pano úmido.

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.