OSID, o milagre continua

OSID, o milagre continua
Ser instrumento da Luz Divina, é compreender a missão, aceitar, interagir com os valores do proposito e em visão amplificada seguir com firmeza nos caminhos e degraus até a conclusão, o Oasis.
O convite é para muitos, somente poucos consegue abrir mão do seu ego para deixar emanar a luz em proposito. A missão pode ser em qualquer, qualquer, parte da Pirâmide de Maslow, pois na construção da evolução não importa a posição e sim a missão.
Irmã Dulce, o nosso Anjo Bom , nossa Santa Dulce dos pobres, compreendeu as necessidades dos mais vulneráveis , aceitou a missão e institivamente, começou no lugar mais inóspito e inesperado, o galinheiro. Segiu em passos firmes. Apresentou ao mundo as nossas fragilidades sociais, nossas fragilidades humanas, com a sua firmeza na construção da Osid.
Uma obra grandiosa, uma catedral social, construído tijolo, por tijolo. Quem não serve ao menor não se torna grande. Um legado de muitos ensinamentos, além das estruturas. Confirmado, reconhecido e aplaudido mundialmente com a Santificação do Anjo bom da Bahia.
Sua missão, segue hoje como exemplo de iluminação, dedicação, persistência, proposito. Case de Sucesso, como narra muitos economistas e administradores.
Os números não deixam dúvidas!.
“Um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país, com cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano, na Bahia, a usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), idosos, pessoas com deficiência e com deformidades craniofaciais, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas e crianças e adolescentes em situação de risco social. E mais, 21 núcleos que prestam assistência à população de baixa renda nas áreas de Saúde, Assistência Social, Pesquisa Científica, Ensino em Saúde, Educação e na preservação e difusão da história de sua fundadora.”
Sonho realizado da missão:” Amar e servir ao próximo, oferecendo atendimento gratuito na saúde, educação e assistência social.”
Hoje, o oásis do deserto do galinheiro: “Ser uma instituição filantrópica sustentável, reconhecida globalmente pela excelência dos serviços prestados e pela promoção dos valores humanos.”
Os seus valores em milagres são diuturnamente comprovados, por cada colaborador nesta teia de solidariedade. Uma rede de solidariedade em que seus atores visíveis de branco, e invisíveis dão as mãos em uma verdadeira cadeia de união para perenidade desta catedral social, OSID- Obras Sociais Irma Dulce.
Minha irmã, Dulce dos pobres, assim como rogo a Francisco de Assis, para estar a minha direita na caminhada, fica na minha esquerda para ajudar a construir uma sociedade saudável e próspera.
Paz e Luz!
Ezequiel Oliveira, 18/10/19 . Físico de Medicina Nuclear e colunista do Portal Saúde no Ar.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *