Municípios recebem incentivo para zerar filas de cirurgias eletivas

Municípios recebem incentivo para zerar filas de cirurgias eletivas

O Ministério da Saúde anunciou nesta segunda-feira (06/01) a reserva de 250 milhões para ampliação do acessoa a cirurgias eletivas (procedimentos que não possuem caráter de urgência) no Sistema Único de Saúde – SUS.

O incentivo será distribuídos aos municípios com o intuito de zerar a fila de espera de desses procedimentos de média complexidade e diminuir o tempo de espera daqueles que aguardam por procedimentos agendados. São 53 tipos de intervenções cirúrgicas na lista como: catarata, varizes, hérnia, vasectomia, laqueadura, astroplastia (quadril e joelho) entre outras que possuem grande demanda.

No ano de 2018, foram realizadas pelo SUS cerca de 2,4 milhões de cirurgias eletivas no país. Até outubro de 2019, foram registrados 2 milhões de cirurgias em todos os estados brasileiros. Dentre os procedimentos o que possui maior demanda são os oftalmológicos para tratamento de catarata,  suas consequências e para tratamento de doenças da retina.

O valor total será disponibilizado no orçamento por meio do componente Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (FAEC). O incentivo será liberado após a apresentação de produção executada no sistema de informação do SUS e para aqueles que ultrapassarem o teto MAC (Média e Alta Complexidade) do município. A Bahia receberá cerca de R$ 17.700.000,00 para investimento. Do período de janeiro de 2017 a outubro de 2019, foram disponibilizados por meio de recursos do FAEC, o valor aproximado de R$ 1,1 bilhão para cirurgias eletivas.

Dados: Ministério da Saúde

Veja também: Matérias SUS

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *