Métodos alternativos em pesquisas

Métodos alternativos em pesquisas

O Concea, Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea), publicou uma resolução normativa que reconhece 17 métodos alternativos ao uso de animais em atividades de pesquisa no Brasil. Segundo o órgão, em cinco anos técnicas devem ser substituídas obrigatoriamente por métodos alternativos.

De acordo com a Anvisa, nos últimos dois meses todas as áreas da Agência avaliaram os métodos alternativos validados pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OECD) e propostos pelo Concea para aceitação.

A Anvisa tem adotado outras medidas de incentivo e desenvolvimento de métodos alternativos, como o apoio à criação do Centro Brasileiro de Validação de Métodos Alternativos – BraCVAM, ligado ao Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – INCQS-Fiocruz, e sua efetiva participação na Rede Nacional de Métodos Alternativos – Renama,  do governo federal.

O Concea também abriu um consulta pública sobre dois capítulos do Guia Brasileiro de Produção e Utilização de Animais para Atividades de Ensino ou Pesquisa Científica.

Pablo Rita

Fonte: Anvisa

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *