Dia do doador da medula óssea

Dia do doador da medula óssea

Na segunda-feira comemora-se o Dia Nacional do Doador de Medula Óssea e, para marcar a data a Fundação de Hematologia e Hemoterapia da Bahia (Hemoba) promove uma série de atividades, entre elas palestras de orientação e cadastros de medula óssea

As ações acontecem no campus da Unifacs e têm com o objetivo de sensibilizar a comunidade acadêmica para a Campanha para Cadastro Voluntário de Medula Óssea.

A mobilização, incentivada pela coordenação dos cursos de Biomedicina, Medicina e alunos da Unifacs ocorrerá na unidade Paralela (Avenida Luís Viana Filho), com o cadastramento de doadores de medula óssea, de 8 às 21 horas.

Para ser um doador de medula o voluntário precisa ter entre 18 e 55 anos incompletos, gozando de boa saúde; preencher um formulário com dados pessoais e realizar a coleta de uma amostra de sangue com 5ml para testes de compatibilidade.

Os dados pessoais e os resultados dos testes serão armazenados em um sistema informatizado que realiza o cruzamento com dados dos pacientes que estão necessitando de um transplante.

Em caso de compatibilidade com um paciente, o doador é então chamado para exames complementares e para realizar a doação. A retirada da medula é feita por meio de punções no osso da bacia e se recompõe em apenas 15 dias.

Pablo Rita
Fonte: Ascom da Hemoba

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências. Apoie e compartilhe

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.