Julho verde – Câncer de cabeça e pescoço -Como prevenir e tratar

No programa Saúde no Ar , comandado por Patrícia Tosta, da Rádio Excelsior da Bahia AM 840 e Rádio Web Saúde no ar, desta quarta- feira ( 17/07) Patrícia entrevistou a cirurgiã de cabeça e pescoço, Rita Benigno.
O tema da entrevista foi: Julho verde – Câncer de cabeça e pescoço. Como prevenir, tratar e curar.

A cirurgião, Rita Benigno alertou que é essencial que os pacientes que possuam manchas na pele na boca, caroço, que se mantenha por mais de três semanas, deve procurar um médico para avaliar e eles não fazem isso por falta de informação.

“Qualquer ferida na boca ou lesão branca (leucoplasia) ou lesão vermelha que não desaparece em três semanas, ela tem que ser avaliada, investigada ou até mesmo dependendo do caso, ser feita uma biópsia”, afirma, Rita Benigno.

” A gente responsabiliza o paciente por não buscar o profissional da área de saúde, mas falta a informação em que situação ele deve buscar e quem ele deve procurar”, pontuou, Rita Benigno.

Para esclarece a população, está ocorrendo um evento do shopping Center Lapa, durante este mês com esclarecimentos para a população, inclusive com a presença de médicos, advogados e de estudantes de Medicina da UNIME.

Como o crânio é próximo da face, tem patologias da face que invadem o crânio e patologia do crânio que invade a face. O especialista de câncer dentro da cabeça é o neurologista e o neurocirurgião.

Segundo a Rita Benigno, o câncer de boca é de fácil diagnóstico e basta uma lanterna e uma espátula para que o médico possa examinar e suspeitar. Não precisa de tomografia ou ressonância. O diagnóstico é clínico mas precisa fazer a biópsia para confirmar

O diagnóstico de forma precoce aumenta a chance de cura e a cirurgia é mais simples.

“Os profissionais de saúde da rede básicas precisam estar atentos a isso”, alertou, Rita Benigno.

Se examinado, em uma simples consulta a doença pode ser suspeitada e o paciente encaminhado para confirmar o diagnóstico.

Os cuidados na prevenção:

Os pacientes devem evitar o uso de prótese mal ajustada que machuca a gengiva. o trauma continuo pode fazer uma lesão suspeita.

A exposição solar sem proteção adequada também é fator de risco para o câncer de pele.

Deve ser evitado tomar sol no período de 10h às 16h. ( nesse horário existe uma incidência maior de raios ultravioletas).

O câncer de boca, laringe, garganta e cordas vocais, estão relacionados ao uso de cigarros, álcool,

e falta de higienização dos dentes e limpeza da língua.

“Evitar pedaços de dentes que podem traumatiza. Evitar prótese que não estão ajustadas.” alerta, Rita Benigno.

“Hoje a gente já sabe que o câncer de boca está tendo uma relação com o vírus do HPV.” O uso de camisinhas, ´para a prevenção do câncer de boca”deve ser feito. Este tipo de câncer afeta mais as mulheres.”, afirma, Rita Benigno.

Na cirurgia de câncer de boca a pessoa pode perder a língua, mandíbula. ” pode ser uma cirurgia mutiladoras, por modifica a estrutura anatômica.

Rita Benigno também alertou sobre o câncer de tireoide que através de um exame pode ser detectado no inicio e curado.

Mais informações, acesse o Manual Julho verde. 4º Campanha Nacional de câncer de cabeça e pescoço.

Jorge Roriz

Assista o vídeo com a entrevista:

 

Complemento – Final do programa em áudio:

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.