Educação emocional para a paz e a prosperidade

Educação emocional para a paz e a prosperidade
Anteontem, 06/4, participamos como convidado da Terça Distópica, programa comandado pelo poeta, escritor e professor Ney Campello, para falar sobre o ódio, o Gigante Rubro, na expressão do psicólogo cubano-espanhol Emilio Mira y López, no clássico Os Quatro Gigantes da Alma, como fator disruptivo das relações humanas em todos os domínios, particularmente, na família, no trabalho e na sociedade, consoante a abordagem do tema em nosso livro Anatomia do ódio. O ódio é tão insidioso que dele se vale o mais pestilento dos pecados, a inveja, para atuar de modo sub-reptício, em face de sua absoluta inconfessabilidade. Apesar de toda a sua malignidade, o ódio é um sentimento tão inerente aos animais quanto a sede, a fome e o cansaço. 

Leia a coluna completa em: Educação emocional para a paz e a prosperidade

Por:  Joaci Góes 

 

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Anvisa solicita alteração de bula da vacina de Oxford

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *