Dengue: letalidade na Bahia é uma das menores do Brasil

O Painel de Monitoramento das Arboviroses do Ministério da Saúde, revela que o Brasil registrou 391 mortes por dengue de janeiro até a última segunda-feira (11). Neste cenário, a Bahia possui um dos menores índices de letalidade por Dengue em todo o país neste ano, em torno de 1,40%, enquanto a média nacional é de 3,09%.

Até o momento, a Secretária de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), confirmou 12 óbitos por Dengue. As mortes aconteceram nas cidades de Jacaraci (4), Vitória da Conquista (3), Piripá (1), Irecê (1), Feira de Santana (1), Barra do Choça (1) e Ibiassucê (1).

A faixa etária dos 30 aos 39 anos segue respondendo pelo maior número de ocorrências de dengue no país, seguida pelo grupo de 40 a 49 anos e de 50 a 59 anos.

O estado que registrou o maior número de casos foi Minas Gerais (513.538). Em seguida, estão São Paulo (285.134), Paraná (149.134) e o Distrito Federal (137.050). Quando se considera o coeficiente de incidência. Bem como, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar, com 4.865 casos por 100 mil habitantes, seguido por Minas Gerais (2.500,3), Espírito Santo (1.490,2) e Paraná (1.303,3).

Cuidados

Assim, a principal maneira de prevenção da dengue é reduzir a infestação do mosquito Aedes aegypti, inseto responsável por transmitir o vírus causador da doença. Para isso, é recomendado:

– Manter reservatórios ou caixas d’água cobertos com tampas, telas ou capas, impedindo que o mosquito Aedes aegypti deposite seus ovos;

– Evitar água parada em pneus, latas, garrafas vazias ou calhas;

– Realizar a limpeza regular da caixa d’água.

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe