China isola 2ª cidade devido ao coronavírus

China isola 2ª cidade devido ao coronavírus

Governo Chines optou por isolar mais uma cidade na região central do país com o objetivo de conter o coronavírus. A primeira foi Wuhan, considerada o local de origem do vírus. Em Huanggang, onde vivem 7,5 milhões de habitantes, foi posta em quarentena para frear a epidemia no país. Serviços públicos, cafés, cinemas e linhas de trens foram fechadas.

Até a meia-noite de 22 de janeiro, o comitê de saúde chines já havia registrado 571 casos confirmados de pneumonia por nova infecção do vírus. Foram 25 províncias, 95 casos graves e 17 mortes, todos da província de Hubei. Outros 393 casos estão sendo investigados.

O evento que Ano Novo que aconteceria no dia 25 deste mês foi cancelado. O templo budista Guiyuan, que registrou no ultimo ano um público de 700 mil também precisou cancelar a festividade. 30 mil ingressos já havia sido vendidos e 200 mil distribuídos gratuitamente.

Alerta Mundial

A Organização Mundial da Saúde (OMS) se reúne para decidir se declara uma emergência global devido ao surto coronavírus. Caso o novo alerta seja emitido, será a sexta emergência internacional a ser declarada na última década.

Até o momento a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS/OMS) emitiu um alerta aos países membros, recomendando que “os profissionais de saúde tenham acesso a informações atualizadas sobre a doença, estejam familiarizados com os princípios e procedimentos para manejar infecções por nCoV e sejam capacitados a obter informações sobre o histórico de viagens de um paciente, a fim de conectar essas informações aos dados clínicos”.

Embora mais dos casos registrados “não há evidências que sugiram que a transmissão de pessoa para pessoa ocorra facilmente”, afirma o alerta. Sugere que as autoridades nacionais “revisem as ações consideradas em resposta à disseminação do SARS-CoV em 2003, adaptando-as e adotando aquelas são proporcionais ao risco atual”.

Os coronavírus (CoV) são uma grande família de vírus que causam doenças que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV). O novo coronavírus é uma nova cepa que ainda não havia sido identificada em humanos. Os coronavírus são zoonóticos, o que significa que são transmitidos entre animais e pessoas.

Rede de Saúde no Brasil

Diante dos casos de doença respiratória na China, a OMS instalou, nesta ultima quarta-feira (22/01), o Centro de Operações de Emergência (COE) – Coronavírus. O comitê tem como objetivo preparar a rede pública de saúde para o atendimento de possíveis casos no Brasil. Até o momento, não há detecção de nenhum caso suspeito no país. A pasta tem realizado monitoramento diário da situação junto à Organização Mundial da Saúde (OMS), que acompanha o assunto desde as primeiras notificações de casos em Wuhan, na China, no dia 31 de dezembro de 2019.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *