Centro de Transplante de Medula Óssea

Centro de Transplante de Medula Óssea

Transplante de medula óssea é o procedimento clínico que possibilita retirar parte da medula alojada na cavidade interna de vários ossos. Ela é formada por tecido gorduroso no qual são fabricados os elementos figurados do sangue: hemácias ou glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

Quando ela entra em falência, ela deixa de produzir as células do sangue. Em situações como essas, o transplante alógeno de medula óssea pode ser a única maneira de salvar muitas vidas. 

O procedimento é bastante simples: colhe-se uma pequena quantidade de células progenitoras da medula óssea do doador e injeta-se no sangue periférico, na veia do receptor. Através da circulação, essas células atingirão o interior dos ossos, lugar onde mais gostam de viver, começarão a multiplicar-se e retomarão a atividade de produzir os componentes do sangue. Em pouco tempo, o doador terá recomposto completamente sua medula óssea e, se quiser, estará apto para uma nova doação.


 

Embora simples e possível de ser feito, esse procedimento esbarra num grande problema. Como se sabe, o organismo tem a capacidade de rejeitar tecidos que lhe são estranhos. No caso específico do transplante de medula óssea, essa rejeição tem características muito especiais que dificultam encontrar um doador compatível.

Por causa disso, é importante a elaboração de um banco de medula óssea, como uma grande variedade de doadores.

Em Salvador, existem dois centros especializados neste tipo de transplante.

Em entrevista ao Saúde no Ar, o Dr. Marco Aurélio Salvino, coordenador do Centro de Transplante de Medula Óssea do Hospital das Clinicas explica a importância de ser um doador.

{podcast id=21}

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.