Calázio e terçol: qual a diferença e como se prevenir?

Calázio e terçol: qual a diferença e como se prevenir?

CALAZIO 5Muitas doenças oculares são semelhantes e isso pode confundir pacientes no momento de identifica-las. Quando se trata de terçol e calázio, as diferenças são peculiares.

As duas enfermidades ocorrem na região da pálpebra e a principal distinção entre elas é que uma é causada por bactéria e a outra não. O terçol se caracteriza por uma infecção dos folículos ciliares causado por contaminação de bactérias, fazendo com que a região perto dos cílios fique inflamada. Já o calázio, é causado por uma inflamação das glândulas presentes nas pálpebras inferiores e superiores.

Essas glândulas ficam obstruídas, produzem uma secreção que forma um nódulo. Os sintomas do terçol se constituem em dor, calor, irritação e vermelhidão nas bordas das pálpebras. Geralmente, a enfermidade desaparece em até 5 dias. Porém, quando passa desse período, o terçol pode evoluir para calázio. Quando a doença chega nesse estado, os sintomas são os mesmos. A recomendação é de que se procure um oftalmologista para o diagnóstico e tratamento adequado dos problemas. A recomendação para as duas doenças é o uso de compressas quentes.

Dra. Dayse Oliveira- oftalmologista HHCL -O assunto foi tema do Programa Saúde no ar desta terça-feira (04.09). Patricia Tosta convesou com a médica, oftalmologista Dayse Oliveira, que faz parte da equipe do Hospital Humberto Castro Lima (HHCL).

Ouça a entrevista na íntegra: 

O Programa Saúde no Ar, veiculado pela Rádio Excelsior AM 840 e Rádio Web Saúde no ar com transmissão  pelo face-book. Os ouvintes participam pelo telefone (071) 33287666 ou 9- 96813998.  O Saúde no ar começa às 8 da manhã. Sintonize e participe!

Foto: Internet/Assessoria

Fonte: Assessoria HHCL

Redação Saúde no ar 

 

 

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *