Brasil retoma exportação de vacina contra febre amarela

Brasil retoma exportação de vacina contra febre amarela

Durante a 20ª Reunião Geral Anual da Rede de Produtores de Vacinas dos Países em Desenvolvimento (DCVMN, na sigla em inglês), O ministro da Saude, Henrique Mandetta, informou que através da Fiocruz,, o Brasil volta a produzir 100% das vacinas contra a febre amarela para o consumo interno  e também vai exportar para outros países.  Entre 2017 e 2018, o país suspendeu a exportação da vacina, para que toda produção ficasse no consumo interno porque o país passava por um surto da doença.

“As vacinas são as tecnologias que mais salvaram vidas no mundo. Por isso, temos trabalhado para ampliar a capacidade produtiva e de inovação tecnológica instalada no país. É importante para o Brasil a retomada da produção em larga escala e a exportação da vacina da febre amarela. Outro importante passo que estamos dando e, que encontra-se em fase final de modelagem, é a construção do Complexo Industrial de Biotecnologia em Saúde (CIBS) em Santa Cruz, no Rio de Janeiro. Será uma plataforma múltipla, que poderá produzir diferentes tipos de vacinas, dando resposta rápida às necessidades internas”, destacou o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *