Avanço da covid-19 em animais preocupa cientistas

Avanço da covid-19 em animais preocupa cientistas

De acordo com cientistas o SARS-CoV-2 também age como vírus entre veados-de-cauda-branca e outros animais selvagens nos Estados Unidos. Os seres humanos estão entre a propavel fonte de transmissão; contudo o vírus também pode acabar evoluindo entre esses animais e, então, retornar aos humanos.

Segundo os pesquisadores, animais de estimação como gatos, animais de zoológico como gorilas e leopardo-das-neves e visons podem todos ser infectados. Anteriormente casos de mutações do vírus infectam os visons levaram ao abate em massa desses animais em fazendas de peles.

Por outro lado, a espécie mais recente a chamar a atenção dos biólogos da vida selvagem é o veado-de-cauda-branca.

Disseminação

“Se alguém mordesse uma maçã e jogasse ela ou mesmo se eu espirrar em um lenço de papel e deixá-lo cair”, especulou o Dr. Suresh Kuchipudi, do Laboratório de Diagnóstico Animal da Universidade Estadual da Pensilvânia; que ajudou a conduzir um estudo publicado no início deste mês que revelou que um terço dos cervos testados em Iowa entre setembro de 2020 e janeiro de 2021 mostraram evidências de infecção.

Descobriu-se que os esgotos carregam o vírus, então água poluída pode ser uma fonte, ele acrescentou, ou pessoas cuspindo ou contaminando o meio ambiente de outras maneiras. O cervo pode, então, espalhar o vírus de um para o outro.

Pontos de alta disseminação

Ip e seus colegas testaram animais que encontraram ao redor de uma fazenda de visons que foi o local de um surto em Utah e descobriram que gambás, ratos e outros animais eram suscetíveis a uma variedade de coronavírus. Pesquisadores como Ip e Kuchipudi dizem que muito mais estudos como esse são necessários.

 

Fonte: Trechos traduzido do inglês CNN Internacional

 

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *