Testes de Covid - Aumento da demanda e estoques de insumos baixo

Testes de Covid - Aumento da demanda e estoques de insumos baixo

A Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) diz não saber até quando os laboratórios conseguirão atender a demanda por exames, que cresceu principalmente por causa da alta transmissibilidade da variante Ômicron, e recomenda parar de testar casos leves da doença.
A Abramed alerta para a possibilidade de falta de testes de antígeno e PCR (o molecular, tipo mais preciso), se estoques de insumos necessários para a realização de exames laboratoriais para o diagnóstico da covid-19 não forem repostos “rapidamente”.

“Quando avaliamos as notícias que vêm de outros países, de que já estão sem insumos, é certo que o problema chegará ao Brasil”, informou o presidente do Conselho de Administração da Abramed, Wilson Shcolnik, em nota. “Não é possível mensurar nesse momento até quando poderemos atender, pois os estoques são variados dependendo do laboratório e da região, mas há um risco real de desabastecimento”, alerta.

A associação disse que entre 3 e 8 de janeiro foram mais de 240 mil exames para detecção de infecção pelo coronavírus feitos. A alta é de 98% no número de testes realizados em comparação a semana do Natal, entre 20 a 26.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.