Saúde Bucal em Idosos

Saúde Bucal em Idosos

Foto: Divulgação

WhatsApp-Image-20160608As projeções futuras realizadas indicam o aumento expressivo da população idosa no Brasil. Esta população muitas vezes é acometida por diversos problemas bucais, como a xerostomia (boca seca), cáries de raiz, problemas nas pontes/próteses totais, doenças periodontais, lesões da mucosa bucal (candidíases, leucoplasias, etc), câncer bucal, etc.

Sendo assim, esta população precisa de cuidados e orientações específicas quanto à sua higiene bucal. Um fator que pode causar a cárie na terceira idade é a chamada “xerostomia” (”boca seca”). A xerostomia, que é a diminuição da quantidade de saliva, é comum em quem toma muitos medicamentos, a exemplo dos idosos.

Outro fator é que com o envelhecimento, há chances de que a gengiva comece a retrair e isso faz com que os dentes pareçam mais longos. Esse processo irá começar a expor a raiz do dente, podendo causar um maior risco de cáries, a chamada “cárie de raiz”, e pode causar uma hipersensibilidade da dentina.

Neste caso, a realização de uma higiene bucal diária perfeita, incluindo escovação e uso de fio dental, mais os tratamentos regulares com flúor, podem ajudar o idoso a ter dentes mais resistentes à cárie e podem auxiliá-lo a aliviar a dor associada aos dentes sensíveis.

Ouça a entrevista com a dentista especialista em Saúde Pública, Gestão em Saúde e Odontologia do Trabalho, Renata Tannous, sobre Saúde Bucal do Idoso, ao programa Saúde no Ar. 

 

Fonte: CFO

Redação Saúde no Ar*

Ana Paula Nobre

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.