Salvador 473 anos - Inaugurado o Polo de economia criativa - Doca 1

Salvador 473 anos - Inaugurado o Polo de economia criativa - Doca 1

Marcando o aniversário de Salvador, a prefeitura inaugurou no bairro do Comércio  o Doca 1 – Polo de economia criativa. -O local vai reunir 40 empresas, para gerar renda, cultura e incrementar o turismo.

O Doca 1 – Polo de Economia Criativa instalado pela Prefeitura, no Comércio, foi inaugurado nesta terça-feira,  com as presenças do prefeito Bruno Reis e da secretária de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, dentre outros gestores municipais e autoridades.

O Doca 1 será gerido pelo consórcio formado pelas empresas Light House, Agência Califórnia, Grupo Aratu e Home Designer, vencedor da licitação municipal. Ao longo dos próximos quatro meses, a estrutura será equipada com estúdios de gravação, auditório, centros de treinamento, espaço gourmet, restaurantes, ateliês e palcos, para realização de atividades e serviços de formação, consultoria, produção de conteúdo, oficinas, cursos, capacitação, workshop, eventos e coworking. O local também será aberto à visitação do público e promoverá atividades como palestras, cursos e capacitações.

Dentro de um espaço de 2.468 m², deverão ser abrigadas até 40 empresas voltadas ao desenvolvimento de ações e projetos em diversos segmentos da Economia Criativa, incluindo a Cultura – dança, música, fotografia, gastronomia, artesanato e artes plásticas; Design – arquitetura, moda e publicidade; Conteúdo – mídias digitais, e-games, editorial e audiovisual e Tecnologia-desenvolvimento de pesquisa, computação gráfica, engenharia de áudio e engenharia de transmissão.

“Salvador ainda tem muitos problemas e, entre eles, a desigualdade social. Este equipamento chega para enfrentar este problema, gerando oportunidades. O Doca 1 é o símbolo da inovação e da cultura, e vai estimular o grande diferencial da cidade, que é a criatividade, o jeito próprio de ser do soteropolitano, além de qualificar a mão de obra e estimular o surgimento de novos talentos, dinamizando ainda mais a nossa economia”, declarou Bruno Reis.

A secretária de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda (Semdec), Mila Paes, destacou o quanto o novo equipamento vai estimular a ideia produtiva e a geração de emprego e renda na cidade. “Estamos falando de uma economia que representa mais de R$1 trilhão no mundo, sendo R$10 bilhões na Bahia. Em Salvador não chegamos sequer a 2%, vindo da economia criativa, quando no resto do mundo isso chega a 5%. Tudo aquilo que o mundo busca, Salvador já tem: é diversa, criativa, inclusiva. Não precisamos de muito esforço para fazer o que o mundo pede. Sabemos de nossa potência, mas precisamos estruturar programas e projetos para estruturar o que essa potência pode vir a ser”.

“Será um centro motivador e de inspiração, sendo referência em economia criativa no Brasil e no mundo, onde serão concebidas as boas ideias que podem gerar emprego e renda para a população”, declarou a titular da Semdec.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.