Quase mil mortes evitadas por projeto desenvolvido em UTIs do SUS

Quase mil mortes evitadas por projeto desenvolvido em UTIs do SUS

O projeto “Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escala no Brasil, Saúde em nossas mãos”, visa aumentar a segurança para os pacientes e diminuir as taxas de infecção hospitalares em hospitais do SUS.

Os resultados do primeiro ciclo do projeto foram apresentados na manhã desta sexta-feira (16), em evento no auditório do Auditório do Hospital Albert Einstein, com a presença de representantes do Ministério da Saúde, dos hospitais participantes da iniciativa e dos hospitais de execelência.

O projeto registrou uma redução de 33,4% dos casos de infecção relacionadas à assistência à saúde (IRAS) nos 119 hospitais da rede pública que participam da iniciativa.

O projeto é executado através da expertise e operacionalização das instituições de excelência: Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Hospital do Coração (HCor), Hospital Israelita Albert Einstein, Hospital Moinhos de Vento e Hospital Sírio-Libanês. Cada hospital de excelência é responsável por um grupo de 24 hospitais.

A previsão é que até 2020 seja alcançado 50% de redução da incidência de infecções.

O objetivo prioritário do Projeto Colaborativo Melhorando a Segurança do Paciente em Larga Escalano Brasil, encabeçado pelo Ministério da Saúde, é a melhoria da segurança do paciente ao propor a implementação das diretrizes para prevenção de infecções relacionadas a IPCSL, PAV e ITU-AC em Unidades de Terapia Intensiva em 119 hospitais “que atendem ao SUS”, no triênio 2018- 2020.

O projeto propõe-se a desenvolver equipes, acompanhar e apoiar a implementação dos pacotes de prevenção, em parceria com uma consultoria no método de melhoria em conjunto com os Hospitais de Excelência na forma de projetos colaborativos.

Os hospitais de referência serão responsáveis em desenvolver as equipes para o alcance das metas pretendidas.

Fonte: Ministério da Saúde

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *