Preço de genérico chega a 1.200%

Preço de genérico chega a 1.200%

Foto: Google

imagem_genericoCriados para serem mais baratos que os de marca, os medicamentos genéricos estão apresentando uma diferença de preço que pode passar de 1.200% em São Paulo, apontam pesquisas do Procon.

Os resultados mostraram que os genéricos são em média 57% mais baratos que os remédios de marca, entretanto, os preços entre eles é que assusta. O valor pago em uma caixa de anti-inflamatório, por exemplo, pode-se comprar 13 caixas do mesmo medicamento em outra farmácia.

Em uma farmácia de São Paulo, o genérico Nimesulida mais barato sai por R$ 1,77 e o mais caro custa R$ 23,03 em outra farmácia da capital. Já o preço do antibiótico Amoxilina vai de R$ 15,47 até R$ 69,36, representando uma diferença de 348%.

O Procon orienta que o consumidor faça uma pesquisa criteriosa antes de comprar. No site do órgão podem ser feitas pesquisas, mas o ideal é que elas sejam realizadas também entre as farmácias e no site da Anvisa.

Redação Saúde no Ar*

Ana Paula Nobre

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.