OMS pede investimento massivo para frear tuberculose

OMS pede investimento massivo para frear tuberculose

A Organização Mundial da Saúde (OMS), alertou que o gasto mundial dedicado à luta contra a tuberculose é totalmente insuficiente para relançar a batalha contra a enfermidade após anos de luta suspensa por causa covid-19.

Na próxima quinta-feira (24), Dia Mundial da Luta contra a Tuberculose; a OMS recordou que os objetivos fixados para 2022 “estão em risco, principalmente por falta de financiamento”.

De acordo com a organização, os gastos globais com detecção, tratamento e prevenção da tuberculose em 2020 foram metade da meta global de US$ 13 bilhões por ano.

“É necessário fazer investimentos urgentes para desenvolver e ampliar o acesso aos serviços e instrumentos mais inovadores para prevenir; detectar e tratar a tuberculose, o que poderia salvar milhões de vidas a cada ano, reduzir as desigualdades e evitar enormes perdas econômicas”; indicou o diretor-geral da OMS Thedros Adhanon Ghebreyesus, em comunicado.

A tuberculose é a segunda principal causa de morte por doença infecciosa (atrás da covid-19), alertou a OMS. A perturbação sofrida pelos serviços de saúde devido à pandemia de covid-19 anulou anos de progresso mundial na luta contra essa doença que afeta os pulmões.

Além disso, a OMS pede investimentos para acelerar o desenvolvimento de novas vacinas contra a tuberculose; enquanto a vacina existente – BCG – comemorou seu 100º aniversário no ano passado e sua eficácia é apenas parcial.

De acordo com Tereza Kasaeva, diretora do Programa Mundial de Luta contra a Tuberculose da OMS “Uma nova vacina “seria um divisor de águas”.

Nove vacinas candidatas estão em estágio avançado de desenvolvimento, e a tecnologia por trás das vacinas de mRNA também é promissora.

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.