Novembro Azul: previna-se!

O preconceito aliado à falta de informação são fatores que levam o homem  ignorar consultas com especialistas e consequentemente aos exames que podem identificar o câncer de próstata, como por exemplo o toque retal.  O tema recebe destaque com a camapnha do Novembro azul, para a prevenção do cancer de próstata.  Estudo realizado pela Sociedade Brasileira de Urologia (SBU) mostra que 51% dos homens nunca consultaram um profissional da área, o que negligencia uma das doenças mais comuns entre o gênero. Dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA) mostram que em 2016 estão estimados 61,2 mil novos casos da doença no Brasil, o que representa sete novos casos a cada hora.

A campanha novembro azul vai alertar a população para a realização do exame de toque e da dosagem sanguínea do PSA (antígeno prostático específico) que podem indicar precocemente o aparecimento do tumor e evitar as consequências do segundo câncer que mais mata os homens. Para o tratamento contra a doença ser eficiente, é necessário que o tumor seja identificado o quanto antes e , para isso, a conscientização é o mais valioso tratamento.

O assunto também foi  tema do Programa Saúde no Ar,  desta sexta-feira (04.11) em entrevista com o médico Oncologista, Fernando Nunes, que faz parte do corpo clíncio da Clinica Clion/ Grupo CAM. Ouça a entrevista e esclareça suas dúvidas.

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.