MP aciona prefeitura e governo por falta de medicamentos para quimioterapias em Itabuna

MP aciona prefeitura e governo por falta de medicamentos para quimioterapias em Itabuna

O Ministério Público (MP-BA) acionou a Prefeitura de Itabuna e o estado por falta de medicamentos para realização de quimioterapias.

Segundo pacientes da Santa Casa de Itabuna, os medicamentos começaram a acabar em junho deste ano. O MP entrou com uma ação civil pública para pedir que a Justiça determine a regularização dos serviços oncológicos em até 15 dias.

Além da falta dos medicamentos para a quimoterapia,  o aparelho que realiza a radiologia está sempre com problemas tecnicos  e de manutenção.

Segundo a Secretaria de Saúde do município, a responsabilidade é  da Santa Casa da Misericórdia.  Porque os repasses estão sendo feitos. A Santa Casa da Misericórdia passa por dificuldades financeiras.

“Inicialmente, eu queria esclarecer que até o presente momento, nós não recebemos nenhuma notificação em relação a falta de medicamentos. A responsabilidade da Secretaria de Saúde é contratar os serviços e realizar os pagamentos e isso a Secretaria de Saúde de Itabuna está religiosamente em dias, inclusive hoje a gente paga à Santa Casa o que está contratualizado, em torno de R$ 1,3 milhão”, a afirmação é do Secretário de Saúde de Itabuna, Uildson Nascimento.

Em nota a Secretaria Estadual de Saúde informou que não tem conhecimento da ação movida pelo Ministério Público e esclareceu que os estabelecimentos habilitados em oncologia pelo Sistema Único de Saúde (SUS), que no caso de Itabuna é a Santa Casa de Misericórdia.

Fonte:  G1

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *