Líderes globais comprometem US$2,6 bi para combater poliomielite

A Organização Mundia da Saúde (OMS), informou que líderes globais comprometeram 2,6 bilhões de dólares em financiamento na Cúpula Mundial da Saúde para acabar com a poliomielite.

Dessa forma, o financiamento apoiará os esforços globais para superar os obstáculos finais à erradicação da poliomielite. Bm como, vacinar 370 milhões de crianças anualmente nos próximos cinco anos e continuar a vigilância da doença em 50 países, afirmou a organização.

De acordo com o diretor-geral da OMS, Tedros Ghebreyesus,”As novas detecções de poliomielite este ano em países anteriormente livres são um forte lembrete de que, se não cumprirmos nosso objetivo de acabar com a poliomielite em todos os lugares, ela pode ressurgir globalmente”.

Informações do Ministério da Saúde, mostram que o Brasil não registra casos de poliomielite desde 1989. Contudo, a diminuição nos índices de vacinação pode acarretar a volta da doença. Além disso,a pasta ressalta que houve queda progressiva das coberturas vacinais desde 2015, quando os índices chegaram a 98,3%. Desde 2017, a meta de 95% da cobertura vacinal da poliomielite em crianças menores de 1 ano de idade não é atingida. Em 2021, a cobertura chegou a 69,99%.

 

Campanha Vidas Importam

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe