Lesão de Neymar não foi consequência direta da joelhada

Após análise, especialistas apontaram que a fratura não foi consequência da joelhada e sim da contração dos músculos do abdome no momento da pancada

 A lesão do jogador Neymar, no jogo entre Brasil e Colômbia foi um dos temas mais comentados nesta Copa do Mundo. Entretanto, de acordo com a fisioterapeuta Priscila Gonçalves, a fratura na terceira vértebra lombar não foi causada diretamente pela joelhada do colombiano Zuñiga, mas sim como consequência do impacto pela contração dos músculos do abdome e lombar do próprio Neymar no momento da pancada.

“A resposta do organismo de Neymar ao choque foi uma contração muscular muito rápida e intensa no transverso do abdome, o que ocasionou a fratura da vértebra”. Estudos da área da saúde apontam que este tipo de reação é involuntária e tem como função evitar lesões mais graves em órgãos como os rins, ureteres e baço.

 De acordo com a especialista, estudos na área comprovam que este tipo de fratura não é rara e pode ocorrer a qualquer um – atleta ou não atleta – desde que haja um trauma violento na coluna vertebral. Neymar teve sorte. “O atleta tem uma musculatura que responde mais rapidamente do que uma pessoa normal saudável, e que o protegeu de uma lesão mais grave.                      

Fonte: Priscila Gonçalves – Fisioterapeuta  da Shopfisio – empresa de fisioterapia, fitness e estética.

                                                                                                  

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.