Greve de médicos franceses segue na segunda semana

Greve de médicos franceses segue na segunda semana

Os serviços de medicina particular da França estão suspensos há duas semanas por conta de uma greve com grande adesão por parte dos médicos locais. Os profissionais clínicos-gerais e especialistas seguiram a recomendação dos principais sindicatos da área de saúde, que pediram o fechamento dos consultórios entre os dias 23 e 31 de dezembro. Estima-se que a adesão chegue próxima dos 80%.

Apesar da gravidade da situação, o Ministério da Saúde da França assegura que a situação está sob controle. Os médicos particulares reivindicam pelo aumento da taxa de reembolso e pela seguridade social, além de se oporem a várias medidas propostas por um novo projeto de lei da área de saúde.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.