Girando a fala: Mulher indígena e força ancestral

Girando a fala: Mulher indígena e força ancestral

A mulher indígena é lutadora: resistindo e resinificando séculos de desigualdades e injustiça, mas também é Vencedora, com significativa contribuição em conquistas que asseguram direitos e vida digna. Homenageá-la e dar visibilidade a sua trajetória, muitas vezes esquecida, silenciada ou pouco referenciada, deveria ser um compromisso de todos.

Pensando nisso, a Radialista e Sócia Diretora do Saúde no Ar, Patricia Tosta, celebrar o 19 de abril, com mais uma reflexão sobre o universo feminino. Dessa vez a transmissão ao vivo no canal do youtube, acontece no dia 21.04, às 10:30h, com participação gratuita.

Mulher indígena e força ancestral, é o tema do “Girando a fala”, Roda de conversa para mulheres, que faz parte do programa de desenvolvimento feminino – “VemSer – Aqui você pode”, idealizado pela comunicadora.

Participam da transmissão:

prof.ª. Drª Maria Hilda Paraíso, Historiadora e Pesquisadora da UFBA, que vai evidenciar a contribuição das mulheres nas lutas por liberdade, autonomia e direitos ao longo da história dos povos indígenas.

Luzia Pataxó,  liderança Indígena da Aldeia Coroa vermelha, vai falar sobre  o cotidiano  da mulher indígena e a  importância no fortalecimento das tradições.

e Brisa Alegre, Xamã das Águas e Terapeuta Holística que faz uma  conexão entre o sagrado feminino, a natureza e a ancestralidade.

 

O evento conta ainda com a participação da Dra Cristina Ribeiro. Historiadora e Indigenista. Doutora em Ciência Política pela UFBA, atuou na FUNAI/Brasília, como Coordenadora de Estudos e Pesquisas (2003). Autora da tese:  “Povos Indígenas em Negociação e Conflito: Povos Indígenas e o Governo Lula da Silva 2003-2006 (UFBA- 2013) que apresenta caminhos para acessar informações sobre o Movimento Indígena nacional, incluindo o Acampamento Terra Livre, agenda política indígena, criada e coordenada pelas lideranças Indígenas e apoiadores/aliados e que discute temas e ações relacionadas aos povos indígenas como saúde, educação, Demarcação de terras, etc.

A participação é livre e gratuita.

Para ter acesso basta se inscrever e acompanhar o canal: http://youtube.com/patriciatosta

SERVIÇO:

  • O que? – Transmissão Canal -Patricia Tosta –Comunicadora
  • Quando? 21 de abril 2021 – 10:30h
  • Onde: Youtube
  • Informações: : (71)  9-82479246  ou Watts app: 9-8884-0803
  • Link para inscrição no canal: http://youtube.com/patriciatosta

Sobre o Canal:

Espaço para falar sobre questões do universo feminino. Lugar de voz e escuta onde as mulheres podem falar abertamente dos medos e encontrar suporte para vencer desafios internos e externos a partir da conexão com outras mulheres. A proposta do canal é trazer temas que levem as seguidoras a pensarem sobre seus desejos, medos e as crenças que as impedem de conquistarem seus sonhos. Através dos vídeos ou rodas de conversa, “Girando a fala”, sempre às quartas-feiras, as mulheres serão encorajadas a ocuparem o lugar de protagonistas da própria história.  “Meu desejo é contribuir para o desenvolvimento integral feminino, abordando temas ligados a esse universo e suas distintas dimensões, ouvindo mulheres que são referência em suas áreas de atuação”, afirmou Patricia.De acordo com a criadora, o canal deve estimular as participantes a se comunicarem de forma livre, vencendo o medo de se expressarem nas diversas situações:  “Toda mulher pode ser, toda mulher pode ser o que ela quiser ser, toda mulher pode vencer”. Se você deseja se conectar com seu poder interno, vencer barreiras, fazer valer a sua voz e vez, saindo da condição de lutadora para Vencedora, junte-se a nós”, afirmou.

Você também pode entrar em Sintonia com Patricia Tosta através de:

​Fonte:

Mulheres indígenas tradição.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *