Educação, construindo pontes

Educação, construindo pontes

Educação, construindo pontes

Ontem, 21/07/2022, a Escola Pública Sílvio Pereira Franco, em Catu de Abrantes em Camaçari, Bahia, foi palco para demonstrar que é possível sonhar e agir para um novo modelo educacional, com a sua 1ª Feira de Solidariedade do EJA- Ensino de Jovens e Adultos.

A escola abriu as portas para comunidade, a partir de convites da própria comunidade escolar, afim de apresentar muito mais que conceitos e pilares da sustentabilidade, sobre tudo no acolhimento do corpo docente a uma comunidade marcada por tantas diversidades de pobreza, violência   e escassez.

 

“A escola pode e deve ser protagonista do desenvolvimento do seu entorno, o conhecimento está nas redes, basta acessar e agir de forma correta e com amor”. O professor Ezequiel Oliveira, começou a aula sobre sustentabilidade com essa chamada, após as boas vindas da gestora Loyde Paranhos.

 

Foi apresentado nas mesas temáticas: objeto construídos pelos alunos, seguindo os 3Rs, reduzir, reutilizar e reciclar, foram distribuídos, tais como: vasos decorativos, brinquedos, vassouras, entre outras. Em outras mesas, foram compartilhados mudas de hortaliças, plantas, medicinais, plantas para paisagismos e um guia de ervas medicinas. GUIA ERVAS MEDICINAIS.2022

Houve também uma mesa temática de alimentos, com destaque para geleia de banana com beterraba, coxinha com casca de banana e doce de mamão verde, entre outros. Na mesa temática do brechó, as roupas, sapatos e utensílios foram disputados.

 

Em um mundo em que a velocidade digital é a tônica do desenvolvimento, o conhecimento deve ser difundido para construímos uma sociedade saudável, prospera e sustentável. Urge um novo modelo educacional, com uma pedagogia integral em tempo integral, assim mitigaremos os desafios atuais do subdesenvolvimento, bem como alicerçamos a estrada de nossas crianças para uma humanidade melhor.

Assista ao vídeo o que é sustentabilidade