Doutor Honoris Causa à Santa Dulce dos Pobres

Doutor Honoris Causa à Santa Dulce dos Pobres

Por toda uma vida dedicada aos pobres e doentes, por sua luta em prol da dignidade humana e pela obra de caridade que fundou para acolher os mais necessitados, Santa Dulce dos Pobres será agraciada com o título Doutor Honoris Causa da Universidade Católica de Brasília (UCB). Na cerimônia, Santa Dulce (in memoriam) será representada por Irmã Maria do Livramento, Madre Geral da Congregação das Irmãs Missionárias da Imaculada Conceição da Mãe de Deus, à qual pertenceu a religiosa baiana.  A honraria será outorgada ainda ao cardeal Dom Sergio da Rocha, arcebispo metropolitano de Brasília, agraciado por seu ministério episcopal, testemunho profético e dedicação à formação humana e acadêmica. A sessão solene de outorga do título será nesta terça-feira (5), às 18h, no Teatro Católica da UCB, localizado no Campus Taguatinga, em Brasília (DF). A cerimônia contará também com a presença da superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Pontes.

 

Honoris Causa é uma expressão em latim que atualmente pode ser compreendida como um título honorífico que significa “por causa de honra”. É uma honraria utilizada quando uma universidade de prestígio concede um título de honra a uma personalidade por seu trabalho, virtude ou mérito. Compreende-se que a pessoa agraciada com o título atingiu um alto nível de reconhecimento profissional e de feitos significativos a ponto de ser considerado o grau honorário de doutor. Através da outorga do título, a instituição acadêmica demonstra seu reconhecimento às pessoas que contribuíram e continuam a dar sua contribuição para a transformação social, seja por meio do conhecimento ou da promoção da pessoa humana.

 

Santa Dulce – Canonizada no dia 13 de outubro, em solenidade presidida pelo Papa Francisco, no Vaticano, Irmã Dulce construiu um legado de amor e serviço ao pobre, ao doente, ao mais necessitado. A instituição fundada pelo Anjo Bom da Bahia, as Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), abriga hoje um dos maiores complexos de saúde 100% SUS do país. Atualmente, a OSID realiza cerca de 3,5 milhões de procedimentos ambulatoriais por ano na Bahia, atendendo idosos, pacientes oncológicos, pessoas com deficiência, pessoas em situação de rua, usuários de substâncias psicoativas, crianças e adolescentes em situação de risco social, entre outros públicos. A organização conta com um perfil de serviços único no Brasil, distribuídos em 21 núcleos que prestam assistência à população de baixa renda nas áreas de Saúde, Assistência Social, Pesquisa Científica, Ensino em Saúde, Educação e na preservação e difusão da história de sua fundadora.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *