Diagnóstico para o câncer

Diagnóstico para o câncer

Uma nova metodologia, inédita no mundo, está sendo desenvolvida por pesquisadores da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). A ideia é possibilitar que pacientes com câncer possam escolher medicamentos para cada caso, minimizando os efeitos colaterais e facilitando o tratamento personalizado da doença. O método pode ser aplicado à pacientes com qualquer tipo de câncer e já foi testado em linhagens celulares tumorais e não tumorais.

A metodologia permite traçar o perfil molecular do tumor e do tecido saudável de cada indivíduo, ajustando medicamentos e doses. “A proposta da Fiocruz permite a indicação de uma terapia mais precisa, o que significa mais chance de cura, menos efeitos colaterais e melhor sobrevida para os pacientes,” disse o pesquisador Nicolas Carels.

A novidade é especialmente relevante dada a agressividade das terapias atuais, como quimioterapia e radioterapia. “Além disso, a economia representada pela escolha adequada do medicamento pode ser revertida para ampliar o acesso da população ao tratamento,” acrescentou Carels.

Ao identificar, através de análises genéticas, o perfil molecular do tumor e do tecido saudável de cada indivíduo, é possível indicar o coquetel de medicamentos mais relevante para cada paciente, minimizando os efeitos colaterais das quimioterapias. Os resultados foram particularmente expressivos para o câncer de mama – com “resultados de máxima eficiência” segundo a pesquisadora Tatiana Tilli.

 

Fonte: Diário da Saúde

Foto: Pixabay

Redação Saúde no Ar

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.