Diabetes e sua relação com a doença renal crônica

Diabetes e sua relação com a doença renal crônica

Taxa de doença renal cresceu 27% em pouco mais de seis anos.

A crescente taxa de diabetes pelo mundo; acende a discussão sobre os hábitos de vida e cuidado com a saúde. Considerada uma das mais comum das doenças não transmissíveis; tendo grande incidência que atinge milhões de pessoas no mundo. Os dados da 9ª edição do Atlas de Diabetes da IDF; mostram que existem 463 milhões de adultos com a doença em todo o mundo. A prevalência global de diabetes atingiu 9,3%; com mais da metade (50,1%) dos adultos não diagnosticados; com o tipo 2 sendo responsável por cerca de 90% de todas as pessoas com diabetes.

Dessa forma, com mais pacientes portadores da doença, o aumento de comorbidades aumenta;  como por exemplo, a doença renal crônica. É comprovado que muitos diabéticos não compreendem o risco de complicações à saúde renal e isto traz um cenário muito preocupante. De acordo com a sociedade Brasileira de Nefrologia; estima-se que uma em cada dez pessoas tenham algum grau de doença renal; embora a incidência e prevalência variem de região para região.

Doença renal

Além disso, no Brasil, o aumento dos casos de diabetes; bem como hipertensão contribuem para o crescimento do número de pacientes diagnosticados com a Doença Renal Crônica. Essa doença consiste em um dano nos rins, progressiva, silenciosa e irreversível; onde os casos não param de crescer. De acordo com um estudo promovido pela Sociedade Brasileira de Nefrologia, a taxa de prevalência da doença renal crônica no Brasil aumentou; de 2012 a 2018, de 500 pessoas por milhão para 640. Isto significa um aumento de 27% em pouco mais de seis anos. Além disso, existe uma relação muito grande entre Diabetes e Doença Renal Crônica; principalmente quando a Diabetes é associado a Hipertensão. Ainda assim, a hipertensão arterial com Diabetes corresponde hoje a mais de 70% dos pacientes em tratamento de diálise peritoneal.

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Fim da validade: Governo pode jogar fora 6,8 milhões de testes de Covid-19

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *