Declarado morto em hospital, homem é retirado vivo de saco fúnebre

Declarado morto em hospital, homem é retirado vivo de saco fúnebre

Um senhor de 54 anos declarado morto por um médico do Hospital Menandro de Farias, em Lauro de Freitas, região metropolitana de Salvador, foi encontrado vivo, duas horas depois, quando já estava dentro do saco fúenebre, na madrugada deste domingo (25). A informação é da família de Waldelúcio de Oliveira, que segue internado na unidade.

De acordo com Patrícia Cintra, sobrinha de Valdelúcio, após ser retirado do saco fúnebre, o tio está consciente e lúcido  no quarto hospitalar.

Patrícia revela que a equipe médica retirou os aparelhos que estavam conectados a Valdelúcio e o colocou dentro do saco fúnebre. "Amarraram os pés e mãos dele, colocaram algodão no nariz e ouvidos e fecharam o saco", afirma.

Ela diz que a família tem o atestado de óbito lavrado pelo hospital, comprovando a morte de Valdelúcio. "Nós chegamos a comprar o caixão e demos entrada no enterro", destaca Patrícia. "No atestado de óbito consta que as causas da morte foram falência múltipla dos órgãos e insuficiência respiratória", acrescenta.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.