Como evitar desperdício de alimentos

Como evitar desperdício de alimentos

A cada ano, cerca de 931 milhões de toneladas de alimentos são desperdiçados no mundo inteiro, isso representa 17% de toda a produção global de comida para consumo humano. Esse volume seria mais do que suficiente para alimentar as 811 milhões de pessoas que ainda passam fome no mundo. Além do estado de fome, cerca de 3 bilhões de cidadãos, ou quase metade da população mundial, não têm acesso a uma dieta saudável, de acordo com os dados da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO).

Para alertar a população sobre o problema, a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães e Bolos Industrializados (ABIMAPI), com o apoio do Sindicato da Indústria de Massas Alimentícias e Biscoitos no Estado de São Paulo (SIMABESP), promoverá durante o mês de abril a campanha “Dia Mundial Contra o Desperdício”. A iniciativa visa causar impacto social, ambiental e de mobilizar, educar e promover a mudança de comportamento da população em relação à epidemia de desperdício de alimentos que aflige o planeta.

A ação promovida pela ABIMAPI, ocorre durante todo mês de abril com o destaque para o Dia D, celebrado no dia 27 de abril.

ALIMENTAÇÃO E CONSUMO CONSCIENTE

Já sabemos que um terço dos alimentos produzidos no mundo é desperdiçado, mas como podemos mudar essa realidade?

Cada um de nós pode contribuir no combate a esse problema com pequenas mudanças em suas práticas cotidianas. Uma delas é aprender como aproveitar os alimentos integralmente.

De acordo com a consultora em nutrição da ABIMAPI, Bianca Naves o aproveitamento integral dos alimentos pode começar com a elaboração de um cardápio com todo o planejamento alimentar da semana, considerando os alimentos que serão consumidos e os possíveis pratos para evitar o desperdício. “Utilizar partes de itens que seriam jogados fora, como sementes, folhas e cascas, eleva o valor nutritivo das refeições, contribui para o meio ambiente e ainda é benéfico para o bolso”, diz Bianca.

A nutricionista separou duas receitas saborosas, práticas e sustentáveis com o aproveitamento total dos ingredientes utilizando o macarrão como astro dos pratos. “O macarrão é um alimento sustentável, nutritivo, acessível e possui muitas opções de formatos como penne, fusilli, espaguete, entre outras, além de ser versátil e combinar com uma infinidade de molhos. que possibilitam aproveitar os alimentos integralmente”, explica Bianca.

Macarrão ao molho pesto

Aprenda a utilizar o talo do brócolis e deixe sua receita mais nutritiva e sustentável.

Para 500g de macarrão cozido

Ingredientes:

2 xícaras de talos e folhas de brócolis;
1 dente de alho pequeno;
5 colheres (sopa) de semente de abóbora;
5 colheres (sopa) de azeite de oliva;
pitada de sal;
1 xícara de queijo parmesão (opcional, mas faz diferença no sabor).
Modo de preparo

Cozinhe os talos e as folhas do brócolis
Em um processador, coloque todos os ingredientes e bata bem até ficar um creme bem liso ou até estar apenas triturado e meio granuladinho, como preferir
Misture ao macarrão e sirva a seguir. Se desejar, polvilhe mais queijo ralado!

Carbonara versão prática

Que tal aproveitar o macarrão que sobrou na geladeira?

Para 500g de massa cozida:

Ingredientes:

5 ovos
2 dentes de alhos
3 colheres de sopa de azeite
1 cebola pequena
Noz moscada, sal e pimenta do reino a gosto
Queijo parmesão ralado a gosto
1/2 xícara de salsinha picada (se desejar polvilhar no final)
Modo de preparo:

Refogue o alho e depois a cebola.
Acrescente o macarrão e já adicione os ovos, mexa um pouco até atingir o seu ponto de preferência.
Adicione o sal, a noz moscada e a pimenta do reino. Por último o queijo parmesão.
Salpique salsinha e sirva logo a seguir.

Outras práticas para evitar o desperdício incluem:

Monte uma compostagem caseira
Os resíduos dos alimentos sejam utilizados como adubo para as plantas ou horta doméstica.

Congele o excesso de comida
Se você preparou comida em quantidade maior do que será consumida, procure congelar o excesso em porções menores.

Reaproveite as sobras do dia anterior
Elas podem ser consumidas por até 48 a 72 horas quando são armazenadas na geladeira e em recipientes hermeticamente fechados.

Confira sempre o prazo de validade
Dessa forma, os itens que têm data de validade mais próxima serão utilizados primeiro, já que estarão sempre à mão.

 

Sobre a ABIMAPI

Uma das maiores associações alimentícias do País, a ABIMAPI representa mais de 100 empresas que detêm cerca de 80% do setor e geram mais de 100 mil empregos diretos. Só no Brasil, responde por um terço do consumo de farinha de trigo. Sua missão é fortalecer e consolidar as categorias de biscoito, macarrão, pão e bolo industrializados nos cenários nacional e internacional.

Facebook: (20+) ABIMAPI | Facebook

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.