China detecta primeiro caso humano de gripe aviária H3N8

China detecta primeiro caso humano de gripe aviária H3N8

O Governo Chinês confirmou o primeiro caso humano conhecido da gripe aviária H3N8; contudo, segundo as autoridades o risco de transmissão entre pessoas é reduzido.

A cepa H3N8 está em circulação desde 2002, depois de detectada em aves aquáticas norte-americanas. Além disso, a cepa já havia infectado cavalos, cães e focas, mas não havia tido detecção em humanos.

De acordo com informações da Comissão Nacional da Saúde (CNS) da China; o paciente detectado com a doença é um menino de quatro anos que mora na província central de Henan; a criança testou positivo para cepa depois de hospitalizado com febre e outros sintomas.

A família do paciente cria galinhas em casa e mora em uma área com a presença de patos silvestres, afirmou a CNS em um comunicado. Além disso, segundo a comissão, a criança acabou infectada diretamente pelas aves e não foi determinado que a cepa tenha capacidade de infectar humanos, segundo a comissão.

Assim, exames nos contatos humanos próximos da criança não detectaram “anomalias”, acrescentaram as autoridades. A CNS afirmou que o caso do menino foi uma “transmissão única entre espécies e o risco de transmissão em larga escala é pequeno”.

Mas advertiu os cidadãos que permaneçam longe de aves mortas ou doentes e procurem tratamento imediato em casos de febre ou sintomas respiratórios.

 

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.