Ceia junina saudável e sem peso na consciência

Ceia junina saudável e sem peso na consciência

MILHO PAMONHA E DOCE DE MILHO FESTA JUNINA 197-167

Mal acaba o carnaval e o folião começa a contar os dias para chegada das festas juninas. Aos poucos, o axé vai cedendo espaço para o forró. Entre um arrasta pé e outro, uma paradinha para saborear um licor de jenipapo e degustar um pedaço de bolo de aipim, milho ou aquela canjiquinha.

A origem histórica das tradições juninas é a Europa, quando os agricultores realizavam festas para comemorar as colheitas. Em Portugal, a tradição é celebrar a colheita do trigo, que acontece no verão europeu, entre os meses de junho e setembro. Com a colonização do Brasil, o costume foi introduzido aos poucos por aqui.

No entanto, o Brasil não era um grande produtor de trigo na época, por isso, as festas começaram a ser celebradas com outro grão, o milho. Atualmente, o item serve de base para quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas. Além do milho cozido em si, outras comidas derivadas desse grão, como canjica, pipoca, curau e o bolo de milho ou fubá, são servidas durante os festejos.

De acordo com a nutricionista Ana Paula Gonçalves, o milho é uma excelente fonte de carboidrato, rico em fibra e que deve ser consumido ao natural, evitando os enlatados. “A pipoca, por exemplo, deve ser feita na panela e não no micro-ondas, pois, o grão que vem embalado tem um teor alto de gordura e sal. ”, lembra.

Sem dúvida, as festas juninas são um convite as guloseimas calóricas. Com tantas gostosuras para saborear fica difícil resistir e, segundo Ana Paula dá para aproveitar as festas juninas sem ficar com peso na consciência. A depender das escolhas, as opções poderão ser saborosas e saudáveis, sem comprometer o peso. Claro que tudo depende também de moderação e boas escolhas.

Bebidas_Mateus_Pereira-Secom-835x426

Nas festas juninas, além das comidas, os licores também são muito populares e preferidos dos baianos durante o São João, porém, devem ser ingeridos com moderação. Além do teor alcoólico, são adicionadas as calorias do açúcar, que pode deixar a bebida com quase 150 Kcal em uma dose de apenas 50 ml.

Tradicional, cremoso, artesanal, gourmet ou caseiro, o aperitivo é o mais popular entre os mais de 600 internautas que responderam a uma pesquisa do portal São João na Bahia, com 58% dos votos, deixando para trás a própria cerveja, com 29%, o uísque, que teve 9% e o quentão, querido entre apenas 4% dos entrevistados.

O sabor favorito e que não pode faltar durante o São João é o jenipapo. Entretanto, outros licores têm conquistado a preferência do público como os de maracujá, passas, cajá, graviola e menta.

Ouça o comentário completo da nutricionista Ana Paula Gonçalves, no áudio abaixo:

PATRICIA TOSTA E NUTRICIONISTA SÃO JOÃO 23.06.2017 (2)

 

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *