Carnaval – Saiba como garantir a diversão sem alergias

O Carnaval, para muitas pessoas, é sinônimo de diversão, mas para aqueles que enfrentam alergias, é importante garantir que a festa seja sem preocupações relacionadas a reações alérgicas.

A preparação para um Carnaval sem alergia começa com a escolha dos adereços e fantasias. Optar por materiais hipoalergênicos, como tecidos leves, pode reduzir o risco de irritações cutâneas. Além disso, verificar se os produtos utilizados na confecção das fantasias não contêm substâncias que possam desencadear alergias é fundamental para garantir a segurança.

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (ASBAI) preparou algumas dicas para você se divertir com muita saúde:

Sprays de espuma podem causar alergias?

São principalmente irritantes primários e podem causar lesões em mucosas, como olhos, boca e nariz. Não podem ser ingeridos e nem devem ser usados por crianças. Alguns não obedecem às normas do INMETRO por serem importados de forma ilegal, além de serem inflamáveis. O contato prolongado com a pele pode causar sensibilidade, que é uma forma de alergia.

Quais os cuidados na hora de pintar o rosto da criança para o Carnaval?

Usar tintas orgânicas, cobrir pouco a pele, já que áreas extensas cobertas perdem a capacidade de eliminar toxinas e não deixam o suor sair. Muito cuidado com olhos e boca, já que essas tintas podem ser tóxicas. Não deixem as crianças dormirem sem remover a tinta com água e sabonete.

Praia e feriado de Carnaval é uma ótima combinação. Mas quais os cuidados para quem tem alergia a frutos do mar?

Um dos cuidados é não ter contato com outros alimentos que possam conter a proteína alimentar que causa a alergia, além de seguir orientações médicas sobre o plano de ação no caso de emergência. Quem nunca teve reação, não é possível prever se algum dia terá. Então, caso apresente algum sintoma alérgico durante a refeição, deve-se, imediatamente, interromper o consumo do alimento e procurar auxílio médico.

Muita atenção se você tiver urticária ao calor ou urticária solar. Usar protetor solar e evitar exposição direta ao sol nos períodos mais quentes podem ajudar. Discuta com seu médico medidas preventivas adicionais.

Protetor solar também pode ser uma causa de dermatite de contato. Portanto, prefira os hipoalergênicos ou peça que seu médico prescreva um de acordo com o seu tipo de pele.

Borrachudos, pernilongos… Como se prevenir contra esses insetos?

A melhor prevenção é usar mosquiteiro na cama, telas contra insetos nas janelas, repelentes na pele, conforme a idade, e inseticidas. Evite ambientes abertos no início e final do dia. Cuidado com gramados onde proliferam formigas.

Quais os outros cuidados para passar um Carnaval sem preocupações?

Lembre-se de hidratar bem as crianças, oferecer alimentos leves, moderar nos doces e balas coloridos e evitar roupas que cubram todo o corpo, o que pode aumentar a sudorese, causando desidratação e insolação por excesso de calor.

Sobre a ASBAI

A Associação Brasileira de Alergia e Imunologia existe desde 1972. É uma associação sem finalidade lucrativa, de caráter científico, cuja missão é promover a educação médica continuada e a difusão de conhecimentos na área de Alergia e Imunologia, fortalecer o exercício profissional com excelência da especialidade de Alergia e Imunologia nas esferas pública e privada e divulgar para a sociedade a importância da prevenção e tratamento de doenças alérgicas e imunodeficiências. Atualmente, a ASBAI tem representações regionais em 23 estados brasileiros.

Serviço

Site: www.asbai.org.br

Spotify: https://bit.ly/ASBAI_Podcast

Instagram: https://bit.ly/ASBAI_Instagram

Tik Tok: @asbai_alergia

Facebook: https://www.facebook.com/asbai.alergia/

Twitter: https://twitter.com/ASBAI_alergia

YouTube: http://www.youtube.com/c/ASBAIAlergia

O jornalismo independente e imparcial com informações contextualizadas tem um lugar importante na construção de uma sociedade , saudável, próspera e sustentável. Ajude-nos na missão de difundir informações baseadas em evidências.Apoie e compartilhe