Brasil registra 449 casos de varíola dos macacos

Brasil registra 449 casos de varíola dos macacos

De acordo com nota do Ministério da Saúde, o Brasil tem 449 casos confirmados da varíola dos macacos.

Ainda, segunda a pasta, a maioria dos casos (312) são registrados em São Paulo. Bem como, outros 71 são no Rio de Janeiro e 33 em Minas Gerais. O Distrito Federal tem oito casos, Paraná tem seis e Goiás, quatro.

Rio Grande do Sul e Bahia possuem três casos cada. Além disso, o Espírito Santo e Ceará possuem dois casos cada um e Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina possuem um caso cada.

Em nota, a pasta informou que mantém articulação direta com os estados para monitoramento dos casos e rastreamento dos contatos dos pacientes.

A doença

Classificada como endêmica em países da África Central e Ocidental, a doença chegou a outros continentes em 2022. Foi identificada em 1958 e é causada pelo vírus Monkeypox (MPXV) do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae. Trata-se de uma doença zoonótica viral, cuja transmissão para humanos pode ocorrer por meio do contato com animal ou humano infectado ou com material corporal humano contendo o vírus. Apesar do nome, os macacos não são reservatórios.

Os sinais e sintomas duram de duas a quatro semanas. O período de incubação, quando a pessoa infectada é assintomática, é tipicamente de seis a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias. Inicialmente, os sintomas incluem febre súbita, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão.

Campanha Vidas Importam