Brasil confirma participação em pacto mundial para vacinas contra o covid-19

Brasil confirma participação em pacto mundial para vacinas contra o covid-19

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), Brasil apresentou formalmente o pedido para participação de pacto global para vacinas contra o novo coronavírus. Segundo o órgão, o país terá de pagar custos de participação. Ao todo 75 países países manifestaram interesse em aderir ao mecanismo COVAX Facility, projetado para garantir o acesso rápido, justo e equitativo às vacinas contra COVID-19 em todo o mundo.

Os 75 países que financiariam as vacinas com seus próprios orçamentos públicos, fecharam parceria com até 90 países de baixa renda que poderiam ser apoiados por meio de doações voluntárias ao Gavi’s COVAX Advance Market Commitment (AMC). Junto, esse grupo de até 165 países representa mais de 60% da população do mundo. No grupo, há representantes de todos os continentes e mais da metade das economias mundiais do G20.

O objetivo do COVAX é, até o final de 2021, fornecer dois bilhões de doses de vacinas seguras, as doses serão entregues igualmente a todos os países participantes, proporcionalmente às suas populações, priorizando inicialmente os profissionais de saúde e expandindo-os para cobrir 20% da população dos países participantes. Serão disponibilizadas doses adicionais com base na necessidade do país, vulnerabilidade e ameaça da COVID-19.

Entre os países que manifestaram interesse estão: Argentina, Armênia, Brasil, Canadá, República Tcheca, Estônia, Finlândia, Islândia, Irlanda, Israel, Japão, Kuwait, Luxemburgo, Maurício, México, Mônaco, Montenegro, Nova Zelândia, Macedônia do Norte, Noruega, Portugal, Catar, República da Coréia, São Marinho, Arábia Saudita, Suíça, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido.

Fonte: OPAS/OMS Brasil

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *