Brasil caiu sete posições no ranking mundial de pesquisas clínicas nos últimos dez anos

Brasil caiu sete posições no ranking mundial de pesquisas clínicas nos últimos dez anos

Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica destaca a importância dos incentivos e melhorias para os estudos científicos no país

 

Existem dois tipos principais de pesquisas na área da saúde: a básica, realizada dentro da academia, e a clínica, feita normalmente com apoio do setor privado, principalmente da indústria farmacêutica.

Considerando o envelhecimento da população brasileira e as estimativas de mais de 580 mil novos casos de câncer por ano no país; Segundo a Dra. Andreia Melo, oncologista da Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC):  As pesquisas podem promover aprimoramento de terapias já existentes, garantindo mais qualidade de vida para pacientes ao reduzir reações adversas ou facilitar a adesão ao tratamento. Além disso, implicam em descobertas inovadoras, que podem significar a cura ou o controle de doenças graves, como o câncer”, aponta

Porém, infelizmente, nosso país está na 24ª posição no ranking mundial de pesquisa clínica, com apenas 2,1% dos estudos do mundo, o que representa uma queda de sete posições nos últimos dez anos. Com o melhor aproveitamento de seu potencial, o Brasil poderia saltar para a 10ª colocação, atraindo um investimento estimado de R$ 2 bilhões, com efeitos na economia ainda maiores, em torno de R$5 bilhões.

SOBRE A SBOC – SOCIEDADE BRASILEIRA DE ONCOLOGIA CLÍNICA
A Sociedade Brasileira de Oncologia Clínica (SBOC) é a entidade nacional que representa mais de 1,6 mil especialistas em oncologia clínica distribuídos pelos 26 Estados brasileiros e o Distrito Federal. Fundada em 1981, a SBOC tem como objetivo fortalecer a prática médica da Oncologia Clínica no Brasil, de modo a contribuir afirmativamente para a saúde da população brasileira. Desde novembro de 2017, é presidida pelo médico oncologista Sergio D. Simon, eleito para o biênio 2017/2019.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *