Área queimada no Pantanal se aproxima de recorde do ano passado

Área queimada no Pantanal se aproxima de recorde do ano passado

De acordo com dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais (Lasa), órgão vinculado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);  com 261,8 mil hectares já atingidos por queimadas no Pantanal apenas em 2021, a área se aproxima do recorde de 265,3 mil hectares consumidos pelo fogo durante o mesmo período em 2020.

Assim, bombeiros e brigadistas trabalham exaustivamente para controlar as chamas em várias regiões do Pantanal, no Mato Grosso do Sul. Contudo, no último domingo, 22, o Corpo de Bombeiros informou que há cinco operações de combate a incêndios florestais no estado; das quais duas no Pantanal (Corumbá e Porto Murtinho) e nos municípios de Bela Vista; bem como Brasilândia e Água Clara.

Além disso, no último final de semana, as equipes receberam reforços por mais 36 militares e o município de Porto Murtinho, a 443 km de Campo Grande, decretou estado de emergência por causa dos incêndios.

Desse modo, Ribeirinhos precisaram deixar o local por barcos; aviões chegaram a lançar água para ajudar as equipes em terra. Um grupo com 55 brigadistas, entre os quais indígenas treinados, tenta controlar um incêndio na reserva Kadiwéu.

 

 

 

Campanha Vidas Importam

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *