Aneel: Conta de luz deve subir com reajuste da bandeira vermelha

Aneel: Conta de luz deve subir com reajuste da bandeira vermelha

O diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), André Pepitone; confirmou nesta terça-feira (13) que o reajuste da bandeira vermelha 2, que pode ser superior a 20%; dessa forma, o reajuste deve elevar a conta de luz.

Além disso, durante paricipação em debate a respeito a crise hídrica na Comissão de Minas e Energia da Câmara dos Deputados; o direto disse que o valor cobrado pode chegar a R$ 7,57 a cada 100 kWh.

Até o mês de junho de 2021 o valor da bandeira vermelha chegou a R$ 6,24 a cada 100 kWh. O aumento do preço precisa passar por discussão pela Aneel. Contudo, pode haver comunicação ainda em junho.

O aumento, segundo o diretor, é causado pela crise hídrica que atinge o país. Com os reservatórios das hidrelétricas quase vazios, principalmente nas regiões Sudeste e Centro-Oeste, o governo precisa acionar as usinas térmicas, que têm custo mais alto de produção de energia.

Além disso, Pepitone afirmou que pretende firmar uma parceria com o governo federal para deslocar para fora do horário de pico o consumo das indústrias. O objetivo é possibilitar que o ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico) tenha mais recursos para operar o SIN (Sistema Interligado Nacional) durante a crise hídrica.

 

 

Campanha Vidas Importam 

Veja também: Caixa antecipa pagamentos da 3ª parcela do auxílio emergencial

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *