Vacina personalizada contra o câncer alcança resultados esperançosos na Inglaterra

Vacina personalizada contra o câncer alcança resultados esperançosos na Inglaterra

Estudos clínicos do Clatterbridge Cancer Center, um dos principais centros de estudos médicos da Inglaterra, estão sendo realizados, utilizando  uma vacina personalizada contra o câncer, produzida a partir do DNA do próprio paciente.

Os resuoltados preliminares foram esperançosos. A vacina foi aplicada como tratamento complementar em cânceres de cabeça e pescoço, aqueles que acometem as regiões da boca, faringe (garganta), laringe e cavidade nasal, bem como a pele, glândulas salivares, vasos sanguíneos, músculos e nervos da região, além da glândula tireoide.

O medicamento utiliza parte do DNA do tumor de um paciente. Um vírus modificado e enfraquecido é, então, injetado no corpo da pessoa com a doença. O sistema imunológico atua e destrói as células cancerígenas ainda no estágio inicial.

A vacina foi batizada de TG4050. Ela é desenvolvida pela empresa francesa Transgene com tecnologia semelhante à usada na produção do imunizante contra a covid-19 da AstraZeneca