Procuradoria recomenda que WhatsApp só lance ‘Comunidades’ em 2023

Procuradoria recomenda que WhatsApp só lance ‘Comunidades’ em 2023
Em oficio, a Procuradoria da República recomenda o WhatsApp a não aumentar o número máximo de integrantes em seus grupos, nem lançar a nova funcionalidade ‘Comunidades’ antes da posse do novo presidente da República em 2023.De acordo com o órgão, o aumento no número de integrantes nos grupos ou o lançamento das Comunidades. Nova funcionalidade do aplicativo que permite a formação de megagrupos – vai em direção contrária às medidas de combate à desinformação e facilitaria a disseminação de boatos e notícias falsas.

Anteriormente, o WhatsApp informou, que só implementaria as ‘Comunidades’ no Brasil após as eleições de outubro.

A Procuradoria deu um prazo de vinte dias úteis para um retorno da empresa. Caso ela não realize pronunciamento e ou não acate a recomendação, uma ação civil pública poderá ter juizo.

Em nota, o WhatsApp afirmou: “Recebemos a recomendação do Ministério Público Federal sobre a data de lançamento de Comunidades no Brasil e valorizamos o contínuo diálogo e cooperação com as autoridades brasileiras. O WhatsApp seguirá avaliando de maneira cuidadosa e criteriosa o melhor momento para o lançamento dessa funcionalidade e apresentará sua resposta dentro do prazo estabelecido pela autoridade.”

Campanha Vidas Importam