Pesquisadores chineses descobrem duas cepas diferentes de coronavírus

Pesquisadores chineses descobrem duas cepas diferentes de coronavírus

Sob a coordenação da Academia Chinesa de Ciências, pesquisadores da Escola de Ciências da Vida da Universidade de Pequim e do Instituto Pasteur de Xangai
descobriram que duas cepas do vírus estão circulando entre humanos e causando infecções.

O estudo preliminar constatou que uma cepa mais agressiva do SARS-CoV-2 foi associada a cerca de 70% dos casos analisados em Wuhan, na China, enquanto 30% estavam ligados a um tipo menos agressivo.

Essas descobertas falam fortemente a favor da necessidade imediata e urgente de mais estudos abrangentes que combinem os dados genômicos, epidemiológicos e os registros médicos dos sinais e sintomas dos pacientes infectados pelo SARS-CoV-2″, escreveram eles em um estudo publicado em 3 de março no National Science Review, o periódico da Academia Chinesa de Ciências.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *