OMS suspende o uso de cloroquina e diz que corticoide deve ser usado em pacientes graves

OMS suspende o uso de cloroquina e diz que corticoide deve ser usado em pacientes graves

O diretor-geral, Tedros Adhanom, comemorou os resultados do estudo britânico que confirmou a eficiência do uso do corticoide, mas ressaltou que a notícia é muito bem-vinda apenas para os pacientes com quadros graves. Ele disse: “Precisamos de mais medicamentos para combater o vírus, incluindo os doentes com sintomas mais leves”.

A Organização Mundial da Saúde reforçou o alerta de que esse tipo de corticoide não deve ser usado como prevenção, nem em pacientes com sintomas leves. E também anunciou que vai interromper os testes com a hidroxicloroquina em pacientes com Covid-19.

A OMS anunciou que decidiu parar os testes com hidroxicloroquina no ensaio clínico que lidera, o projeto Solidariedade. Ela já tinha suspendido, temporariamente, no dia 25 de maio, por precaução, temendo os riscos para os pacientes. Mas retomou os testes na semana seguinte. Nesta quarta (17), o motivo foi outro: as evidências não mostraram uma redução da mortalidade.

A decisão foi tomada com base em dados do projeto Solidariedade e também em dados da Universidade de Oxford, a mesma que fez o anúncio sobre o corticoide.

Send a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *